Formas e ambiente necessário para promover aprendizados mais consistentes

Cenário: Final do treinamento de sua equipe, você ou o gestor responsável, elogia o programa e os conteúdos. Vários depoimentos favoráveis dos participantes sobre o quanto o dia foi  maravilhoso e a relevância dos aprendizados, MAS que nos dias seguintes nada (ou quase nada) foi aplicado no dia a dia. A sensação é que havia um “desmagnetizador” na porta de saída da sala de treinamento que apagou tudo que foi compartilhado, exposto, criado, etc..

Com certeza todos já ouvimos histórias como estas que nos foram contadas várias vezes por gestores de áreas e de RHs, sobre o último trabalho executado

Estes pontos podem estar relacionados com a forma como o cérebro aprende e como as memórias se constroem. Não há como dissociar a memória da aprendizagem, Para que a aprendizagem ocorra é fundamental que as informações e os conhecimentos adquiridos se consolidem na memória. Aprender algo e não lembrar é o mesmo que não aprender.

Portanto qualquer forma de aprendizado de sucesso tem que:
– Respeitar a forma como o cérebro aprende e como as memórias se formam.
– Propiciar um ambiente seguro, acolhedor, incentivador, motivador.

aprendizado_memoria-pulse_linkedin

Forma de aprendizado do cérebro e consolidação das memórias.
Para que uma memória se consolide é necessário associar o aprendizado a uma emoção.

Ao longo da nossa existência aprendemos uma infinidade de coisas, mas com o passar do tempo, apenas algumas dessas memórias, ficam gravadas e a principal responsável para que isso aconteça é a emoção. Os aprendizados gerados no dia a dia e/ou dentro das salas de treinamento/aula, associados a sentimentos positivos como alegria e orgulho ou negativos, como medo ou tristeza, tem muito mais chances de permanecerem em nossa memória definitiva.

Isso acontece pois as memórias de curto prazo que duram apenas minutos para se consolidarem como memórias de médio e longo prazo necessitam que esse processo esteja associado a alguma emoção. Ou seja, a emoção é a chave que ajuda a lembrar de informações relevantes por um grande período de tempo, até mesmo por toda a vida.

Ambiente favorável
O que acontece com o que eu aprendi?

Em ambientes acolhedores e encorajadores, transmitidos por facilitadores / professores mais motivadores, enfáticos e entusiasmados, temos maior probabilidade de nunca esquecermos os aprendizados. Por outro lado, “espaços educativos” percebidos como agressivos estressantes e/ou com exigências de resultados acima da capacidade dos participantes, dificultam a concentração e consequentemente o aprendizado.

Quando o foco do aprendizado é desviado por falta de segurança, prejudica a concentração, pois o stress dificulta a comunicação dos neurônios, que é vital para o processo de aprendizagem e formação das memórias.

Um dos principais objetivos da educação em qualquer nível, deve ser o de criar ambientes de aprendizagem emocionalmente positivos e colaborativos, que promovam um processo de aprendizado com alegria e felicidade, associados aos benefícios que os temas trarão.

Potencializar os aprendizados

Podemos promover melhores aprendizados incentivando atividades participativas, pois somos uma espécie social, com uma imensa capacidade e desejos por processos colaborativos. Quem já teve a oportunidade de ser consultado sobre um tema que conhece, sabe quanto isso nos enche de prazer e orgulho. Mesmo sendo uma simples informação sobre como chegar a um determinado destino através das vias públicas.

Uma boa maneira de motivar os participantes é a partir de uma breve exposição ou contexto promover um debate (brainstorm), sobre as possibilidades, despertando a curiosidade e convidando a desenvolverem questões e novas ações ainda não testadas. Premiar as boas ideias, respostas e também as boas perguntas, fomentando que repassem esses insights mesmo que ainda praticados com algum erro nessa tentativa.

O ambiente de aprendizado deve ser caracterizado e associado ao bem estar e a felicidade. Alegrias e risadas, combatem o stress e os estados emocionais negativos. Um ambiente alegre promove a interação positiva, porque é uma linguagem universal que fortalece os grupos e traz muitos benefícios.

Concluindo, gerar um verdadeiro e concreto processo de aprendizado passa por diversos etapas visíveis e controláveis e outras que estão nas formas de condução, experiência, “leitura do grupo” e capacidade dos facilitadores.

Boas memórias.

Norimar José Tolotto
norimar@interacaosocial.com.br
Interação Social Desenvolvimento Humano